domingo, 6 de dezembro de 2009

Um simples instrumento de fácil manuseio, fácil absorção, fácil troca.
Devolução não é possivel, mas é possivel me descartar, deixar de lado,
pegar outra e por no meu lugar.
Fico aqui por um momento, até o segundo em que me enxerga, pois quando chega
o esperado, se torna cego e exagerado.
Eu não sou mais visível e minha voz se torna falha, outra se sobressai
e pelo teu rosto vejo que você já não me escuta mais.
É engraçado como tudo parece ser real, como parece ser concreto até a quebra.
Onde eu sumo, desapareço diante de seus olhos.
Mas eu estou aqui.
Você não me vê?
Estou parada bem na sua frente, abanando as mãos e tentado gritar.
Mas seus olhos, isso eu vejo bem, estão focados em outra figura.
Eles a seguem como se não pudessem perder um só suspiro teu.
E aí o meu muro cai e eu vejo que não sou só eu.
Não sei mais te acreditar e já não sei se quero que acredite em mim.
Tua repulsa torna triste o meu carinho e faz dos meus sentimentos falsos.
Não faça isso comigo, eu não mereço.
Você não vê?

14 comentários:

Anônimo disse...

Apaixonante!!
Suas palavras são doces e gentis, apesar de fortes. Quanta coisa bonita dentro de voce!
Adorei o blog!

Tamih disse...

Seu blog é maravilhoso!!!!Você tem mesmo talento!!!
Fiquei apaixonada pelo texto "Boneca de pano" que você fez,desde que o vi na revista Atrevida!!!Parabens!!!
Se vc puder,da uma olhadinha no meu blog...ele é meio novo e ninguem conhece...=/
http://just-tamih.blogspot.com/
Obrigada!!!

Onde Estão os Famintos disse...

Muito bom. E o poema de Cecília Meireles faz com que me renda mais ainda. Vamos nos aproximar mais...vou seguir se blog, siga o meu!

Abraço

Beatriz Gomes de Castro disse...

Cecília, eu conheci seu blog atraves do texto Boneca de Pano, que saiu na Atrê. Ameei o blog, e só pude comentar agora, visite meu blog.
Eu sou novata e queria que você seguisse o meu blog, se possivel.
be&josmil.
http://rabiscosdesonhadora.blogspot.com

fearless. disse...

esse é um texto com o qual eu me identificaria há alguns pouco meses atrás e fico feliz por poder falar disso no passado, e acredite, isso um dia vai passar pra você também e vai ficar tudo bem. texto lindo again (:

beeijo.

Lucas Tiago disse...

Eu tb não mereço. Com todo o amor que dedicamos... espera-se pelo menos um pouco de consideração e de amizade e não de desprezo... Feliz novo ano!

garota de unhas vermelhas disse...

O seu blog realmente é insuperável.. Você tem um talento enorme.Lida muito bem com as palavras. Parabéns!!

Fran.ciellen :) disse...

Tô com saudade, Geo.
Muita, muita saudade e querendo tanto conversar contigo :D

E o post tá lindo.
Acho que algumas pessoas simplesmente preferem não ver certas coisas :/



como foi de natal, ano novo e como está de férias? :D
beeeijo minha flor ♥

Andreia disse...

Às vezes uns abanões dão resultado! Abane o mundo! *

Beth disse...

Essa minha amiga tem um talento maravilhoso!

Keila L. disse...

Nossa eu amei tudoooo, vocÊ é mesmo hiper talentosa carah, continue assim carah, quem sabe um dia vc na oescreve um livro de poemas e eu compro carah.
Ow se poder da uma olhadinha qdo tiver um tempo sei la no meu Blog ainda é bem tosquinho, aushauhsahus... comecei esses dias a fazer blog, se puder dar uma olhdinha. :D

Danii Ferreira disse...

Esse texto me fez lembrar tantas coisas. ;)
Liindo'
Bgs*-*

Lucas disse...

É horrível quando não prestam atenção em nós...

Midup disse...

Uau, fiquei encantada com suas palavras e com o sentimento que demonstrou através do texto.
Como sempre, adorei. Seus textos são ótimos.
Parabéens, =), Beijos.