quarta-feira, 9 de novembro de 2011



As duas irmas estavam sentadas em um muro baixo na frente da praia.
De costas para o mundo, de frente ao mar.
As ondas eram pouco agitadas. Se balancavam querendo chamar atencao, mas nao esbocavam nenhuma agressvidade. Nao tinham ritmo algum, cada qual se chocava e quebrava aonde bem entendia.
O sol nao estava mais em seu pico e ja comecara a descer em direcao ao oceano.
O ceu estava tomado por um tom escuro de azul que permitia, mesmo assim, a existencia de raios horizontais cruzando-o em cores amarelas,vermelhas e laranjas, roubadas do sol.
As irmas nao diziam muito, preferiam preservar o silencio enquanto apreciavam aquela cena.
Logo, a lua apareceu. Branca,redonda e brilhante.Tinha uma luz singela,timida e ate mesmo mais fraca que a do sol, mas era tao bela que era quase tudo que se via no ceu aquela noite. Concentrava toda a atencao em si. Certamente nao seria tao maravilhosa se nao fosse branca.
A lua e o sol coexistiram um tempo no ceu colorido, lado a lado. Ela brilhava sozinha, propagando uma luz branca ao seu redor e ia aos poucos se colocando mais ao centro do ceu.
O sol, como se entedesse que sua participacao ja havia terminado, comecou a se movimentar em um movimento circular ao redor da lua. E ela, se postando cada vez mais ao centro do palco, mostrando que reconhecida que era a principal nessa nova cena.
Quando o sol se encontrava exatamente embaixo da branca, coexistiram por mais um tempo, despedindo-se da cena antiga.
As irmas se entreolharam e apertaram uma a mao da outra, sem acreditar no que viam.
O sol se despediu e foi embora.
Sem barulho algum, sem aplausos nem nada do tipo, a lua dominou o ceu. E o transformou de colorido para negro, erradiando sua intensa luz e clareando com ela o negro em um arco ao seu redor.
As irmas tinham os olhos presos naquela bola brilhante.
Ate que a mais nova se desconectou do encanto e virando para a mais velha, disse:
- Sabe.. Acho que agora eu entendo porque voce tem esse nome.




(O nome da minha irma significa Branca em portugues)

Um comentário: