quinta-feira, 7 de outubro de 2010

E por um momento
eu caí.
Caí de uma montanha cheia de flores e certezas
em uma sala escura e insegura, sozinha.
Recolhi-me a minha insignificância e virei uma bola, rolando perdidamente pela sala.
Ora minha cabeça estava em cima
ora embaixo.
E em todo aquele momento em que eu estava girando presa dentro de meus pensamentos
eu só desejava uma coisa;
que você estivesse ali.
Eu queria poder suprir tudo que você carece, porque de algum jeito assim eu supro à mim mesma também.


Queria ser pra você
o que você é pra mim.

9 comentários:

Nααny Pires disse...

aadorei o texto.
voc é muito boa, parabéns,
continuue assim, *-*

Maxwel Quintão disse...

Texto muito lindo!
existem pessoas assim que estando bem, nós ficamos vem!

Maxwel Quintão disse...

adorei o teu blog vou já seguir!

Liu Way* disse...

Oi tava folheando uma revista atrevida que eu tenho e adivinha quem eu axei por lá: VOCÊ.
Parece que tou lendo um pensamento meu...e esse último parágrafo descreve tão bem um de meus desejos..parabéns pelas coisas escritas...confere meu blog tbm..fiz uma pequena história lá...e gostaria q vc comentasse tbm* bjo té logo
www.coisa-escrita.blogspot.com

Liu Way* disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Liu Way* disse...

Mudei o visual do blog não sei se vc viu o que tava antes mas o de agora tá mais legalzinho*
Tava lendo outras postagens suas e amei bastante...bjo té logo*

Cogu Cogumelo disse...

Gostei muito do jeito que vc escreve, aposto q será uma escritora.

Abraços.

http://cogumex.blogspot.com/

Francisco Nery disse...

lindo.

Elizabeth disse...

lindo. amei!